Sent on by
Juliana Faria
Send Your Own Message

Querida sobrinha,

Quando lhe escrevi essa carta você tinha pouco mais de dois meses e já alegrava meus dias. Hoje, depois de 35 amos, eu acredito q eu já esteja casada, com filhos, talvez netos e q você tenha se tornado uma linda e incrível mulher. Espero q você tenha tido uma infância maravilhosa, q tenha aproveitado intensamente sua adolescência pois essa sem dúvidas é a melhor fase da vida, espero também ter sido além de sua tia-dinda sua amiga, ter lhe ajudado em momentos de dificuldade e ter compartilhado muitos momentos de felicidade com você. Já tomamos um porre juntas? Se não, precisamos nos juntar com a tia Mari e a tia Thay pq meus melhores porres foram com elas. Agora, deixa eu te contar um pouco do mundo em q eu vivi: a minha infância junto com o seu pai foi incrível, temos pouca diferença de idade, então brincamos muito juntos, lembro q na nossa casa tínhamos poucos móveis pq nossa mãe dizia q era melhor, assim teríamos mais espaço pra brincar, lembro também q nosso pai trabalhava muito e mesmo assim foi o melhor pai do mundo (sei q ele tbm é um bom avô), quando criança, não tínhamos muito dinheiro então nossa mãe tinha q caprichar nas comidas já q não íamos a muitos restaurantes. Seu pai foi um adolescente bem estranho hahahahahahaha, um dia peça a ele pra te mostrar a cabeleira dele na época da faetec. Sempre fomos amigos, quando criança, lembro de ter batido no vizinho q bateu nele e como eu era menor, o menino não fez nada. Enfim Valentina, depois de ter entendido um pouco como foi a nossa infância, quero falar sobre o seu futuro, q no caso já vai ter sido passado e… Aff isso ficou confuso né? Hehe. O q eu quero dizer é q eu espero q na sua vida você tenha aproveitado os dias de sol pra brincar na rua, correr, soltar pipa, subir em árvores, sem toda essa tecnologia q as crianças hoje em dia gostam, e q nos dias de chuva você tenha brincado de fazer cabaninha de lençol. Espero ter sido pra mim q vc contou sobre seu primeiro amor, seu primeiro beijo, q você tenha me contado sobre seu primeiro porre, sua primeira decepção amorosa e tantas outras coisas importantes na sua vida, q eu seja para você uma grande amiga. De sua tia-dinda q te ama com todas as forças,

beijos, Juliana.

 

Share on:
 
Send Your Own Message

More Messages to the Future

 

Dear future child whatever your name is,

Climate change right now is really bad, I’m writing this during the COP26 conference in Glasgow (which is an hour away) and I’m listening to politicians talking about promises for the future. “If we fail, future generations will never forgive us.” -Boris Johnson

 

Pour ma famille,

Il faut trouver le 7ème sens et se battre pour des causes justes, comme l´amour et la liberté.

 

To my children,

I am working with 350.org on shutting down the coal and unconventional gas industries in our country because I cannot think of a more direct way to protect you, the food, water and biodiversity we all love and rely on.

 

Al mio piccolo, grandissimo bambino,

Hai compiuto da poco 1 anno e giusto ieri hanno annunciato la scoperta di 7 pianeti che potrebbero racchiudere in essi la possibilità di sviluppare, o aver già sviluppato, vita a livello organico.

 

To my children – Chase, Maya and Harlan

I hope that we manage to change the system really soon, while there is still time. So that you are not left with the mess, and trying to fix something that you didn’t cause. I hope we figured out a way to be kind, and caring for others who will suffer more than us. A way to let go of the greed and look at ways we can help others rather than take from them.

 

Dear Tomorrow,

My climate promise is to use a refillable bottle, bring my own resusable spoon/form wherever I go, use clean personal care products (without chemicals).

 

Dear Tomorrow,

Awareness is key. Learning about this issue can seem like a small effort compared to other actions, but it’s the most important.

 

Hi buddy,

I can now see that the solutions are there, that a transition of the magnitude that is needed, is possible.

 

Dear Alba:

There is still a lot of beauty and I will do what I can to keep it from slipping away.

 

Dear Tomorrow,

I promise to become more educated on the global issues that face populations I can’t see

 

Dear Rosie,

But when you are reading this years from now, by the light of a solar powered lamp, know that your dad, mom and millions of others who burned brightly with love for our kids did what we could, when we knew the stakes.

 

To my precious children,

As you’ve grown older, I’ve become increasingly aware that protecting you means more than ensuring your short-term safety. It also means ensuring that you’ll have a safe planet to live on.

View All Messages

Send Your Own Message