Sent on by
Juliana Faria
Send Your Own Message

Querida sobrinha,

Quando lhe escrevi essa carta você tinha pouco mais de dois meses e já alegrava meus dias. Hoje, depois de 35 amos, eu acredito q eu já esteja casada, com filhos, talvez netos e q você tenha se tornado uma linda e incrível mulher. Espero q você tenha tido uma infância maravilhosa, q tenha aproveitado intensamente sua adolescência pois essa sem dúvidas é a melhor fase da vida, espero também ter sido além de sua tia-dinda sua amiga, ter lhe ajudado em momentos de dificuldade e ter compartilhado muitos momentos de felicidade com você. Já tomamos um porre juntas? Se não, precisamos nos juntar com a tia Mari e a tia Thay pq meus melhores porres foram com elas. Agora, deixa eu te contar um pouco do mundo em q eu vivi: a minha infância junto com o seu pai foi incrível, temos pouca diferença de idade, então brincamos muito juntos, lembro q na nossa casa tínhamos poucos móveis pq nossa mãe dizia q era melhor, assim teríamos mais espaço pra brincar, lembro também q nosso pai trabalhava muito e mesmo assim foi o melhor pai do mundo (sei q ele tbm é um bom avô), quando criança, não tínhamos muito dinheiro então nossa mãe tinha q caprichar nas comidas já q não íamos a muitos restaurantes. Seu pai foi um adolescente bem estranho hahahahahahaha, um dia peça a ele pra te mostrar a cabeleira dele na época da faetec. Sempre fomos amigos, quando criança, lembro de ter batido no vizinho q bateu nele e como eu era menor, o menino não fez nada. Enfim Valentina, depois de ter entendido um pouco como foi a nossa infância, quero falar sobre o seu futuro, q no caso já vai ter sido passado e… Aff isso ficou confuso né? Hehe. O q eu quero dizer é q eu espero q na sua vida você tenha aproveitado os dias de sol pra brincar na rua, correr, soltar pipa, subir em árvores, sem toda essa tecnologia q as crianças hoje em dia gostam, e q nos dias de chuva você tenha brincado de fazer cabaninha de lençol. Espero ter sido pra mim q vc contou sobre seu primeiro amor, seu primeiro beijo, q você tenha me contado sobre seu primeiro porre, sua primeira decepção amorosa e tantas outras coisas importantes na sua vida, q eu seja para você uma grande amiga. De sua tia-dinda q te ama com todas as forças,

beijos, Juliana.

 

Share on:
 
Send Your Own Message

More Messages to the Future

 

To my daughter and her children,

As a minister, I have preached that we are here to be of service to others and to be care takers of this wonderful planet that God has given us.

 

Dear tomorrow,

If there’s one thing young people have learned while quarantining, it’s that Gen Z holds so much power and is capable of a lot more than we think. We’ve created a community that has united us all and started to bring about change for the good of our futures. Now, with the help of Gen Z (and of course, people of all ages), we have the power to save our home, the Earth.

 

Dear Makena,

Sweetie, you deserve clean air, water and soil. You deserve to thrive in an environment that supports you.

 

Olá minha querida filha Julia,

Muita Coragem e força para você enfrentar todos os desafios que virão, pois são com eles que crescemos.

 

Dear Oliver,

I am getting your father on board too so that we can double charge this together.

 

Dear Malasher and Alex,

My goal was to help you grow into better citizens of our planet; to help you care about our natural world and to make everyday choices that reflect concern for our beautiful earth and our own health as well as encourage you to work together to make changes in our community.

 

Dear Future

My hope is for all who live in your time to still know the joy of swimming in the ocean, walking through the woods, and hiking in the mountains.

 

Dear Indigenous Persons with Disabilities,

Dear Indigenous Persons with Disabilities,

 

To My Future Children,

Most importantly, I hope you live in a world where science is taken seriously and fact is clearly distinguished from fiction.

 

To my fellow adventurers,

Don’t stop looking for adventures.

 

To earth & its inhabitants,

Its been heavy on my shoulders since I found out about the state of climate woes as a child.

 

To My Friends, Family and Future Grandchildren,

I realize my reflection of the past, current and future state of the environment paints a grim and pessimistic picture, but I feel optimistic in our ability to turn planet Earth’s fate around if we all work together and commit to making a change.

View All Messages

Send Your Own Message